Veja 5 dicas de economia para condomínios

Em tempos de crise, o gasto com condomínio tem pesado bastante na vida dos moradores. Junto a tantos reajustes, além da inflação crescente que vem aumentando o preço de vários produtos, essa despesa vem se tornando cada vez mais pesada no orçamento de muitos brasileiros, que hoje vivem tentando cortar gastos.

Mas será que é possível economizar no condomínio? Claro! Existem algumas precauções e medidas que podem ser adotadas para facilitar a vida (e atenuar o bolso) dos moradores. Para quem deseja reduzir gastos do condomínio e não sabe como, aqui vão algumas dicas de economia simples de serem adotadas.

1 – Economize na conta de luz

O custo com a iluminação de um condomínio pode representar até 6% das despesas. Pense em medidas simples, mas que podem fazer grande diferença na conta mensal: instalar sensores que permitam que as luzes se acendam apenas quando houver movimento de pessoas no ambiente é uma ótima ideia.

Também é possível substituir as lâmpadas comuns por lâmpadas de LED, que são até 80% mais econômicas e muito mais duráveis.

Faça uma campanha no prédio incentivando o uso das escadas por quem mora nos andares mais baixos. Se o elevador for menos usado, o gasto com energia elétrica diminui.

2 – Poupe na conta de água

A cobrança de água pode ser feita de forma individualizada ou coletiva. Se o caso do condomínio em questão for o último, algumas medidas podem ajudar a reduzir esses gastos. Por exemplo, procure por  vazamentos em torneiras e descargas do prédio, além de solicitar que todos os moradores façam o mesmo em suas unidades. A instalação de descargas com menos vazão de água também faz grande diferença na conta.

Dê instruções ao funcionário para o correto uso da mangueira na área do condomínio. Procure alternativas ao uso da água: um pano úmido  para limpar as áreas comuns e varrer a calçada, em vez de usar a mangueira de água, são boas dicas de economia.

É importante, ainda, que o condomínio invista na individualização das contas de água e gás, já que, muitas vezes, a divisão do valor total de contas coletivas acaba sendo injusta para quem gasta menos. .

Outra forma de se economizar água é pela reutilização. A água da chuva, que iria para o esgoto, pode ser recolhida e usada na limpeza das áreas comuns do condomínio.

3 – Reveja os custos de limpeza

É preciso reexaminar as despesas com a faxina do condomínio. Pense se há mesmo necessidade de uma limpeza diária. Se a ideia é economizar, programe a limpeza para dias alternados na semana, em vez de contratar o serviço diariamente.

Dessa forma, o condomínio vai economizar com o salário do profissional que cuidará da higiene do local, além de reduzir as despesas com a conta de água e de materiais de limpeza.

4 – Analise gastos com funcionários

Preste atenção à folha de pagamento da equipe que trabalha no prédio. Por exemplo, evite que os profissionais façam horas extras, já que elas custam mais do que as regulares. Contrate folguistas, que geralmente custam menos ao condomínio do que funcionários fazendo hora extra.

Terceirizar serviços também é boa ideia para economizar nas despesas. Pense também em automatizar alguns procedimentos, como o controle de acesso ao prédio: evitando roubos, você livra os moradores de prejuízos e até de eventuais processos contra o condomínio por negligenciar a segurança.

5 – Peça dicas de economia aos moradores

Todos os que vivem no condomínio precisam estar a par da economia que está sendo feita, especialmente porque ela beneficiará a todos! Fazer uma lista de medidas que podem ajudar a reduzir os gastos na gestão do condomínio e levá-la para a reunião de condomínio é uma ótima iniciativa. Envolva todos os moradores na tarefa e peça sugestões e dicas de economia. Várias cabeças sempre pensam melhor do que uma só!

Ainda precisa de ajuda? Procure consultoria especializada em condomínios e descubra novas formas de reduzir custos!

Gostou das dicas acima para reduzir os gastos na gestão do seu condomínio? Compartilhe este texto em suas redes sociais. Seus amigos também vão gostar dessas dicas de economia para condomínios!

 

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"