Descubra as principais soluções de sistema de segurança

Quando tratamos sobre segurança pessoal, sempre existem muitas prioridades para considerar — principalmente em condomínios e prédios. Nesse contexto, a proteção e convívio saudável dos moradores é o ponto-chave quando pensamos em implementar um sistema de segurança.

A vantagem disso tudo é que o uso de tecnologias, como alarmes e CFTV, pode ser um diferencial para quem procura investir em proteção do patrimônio e das pessoas que moram em determinado local.

Pensando nisso, preparamos um material com os principais aspectos sobre cada modalidade de sistema de segurança e de que forma eles contribuem para a qualidade de vida no âmbito residencial. Acompanhe!

Sistemas de alarme

Os sistemas de alarme residencial podem parecer um pouco complexos quando você começa a pesquisar sobre o assunto, uma vez que existem diversos modelos e formas de funcionamento. Apesar disso, o ideal é compreender a análise prática dessa tecnologia e definir a que melhor se adapta ao local.

Para simplificar a questão, podemos dizer que um sistema de alarme residencial precisa ser acompanhado por 3 estruturas: sensor de movimentos (ou abertura de portas e janelas), central de controle (para armar e desarmar) e o próprio aparelho de alarme.

Geralmente são instalados em fechaduras e em locais estratégicos. A vantagem é que o som emitido alerta os moradores, além de repelir rapidamente um possível intruso.

Monitoramento por imagem

A popularidade das câmeras de segurança aumentou na última década e devido ao avanço da tecnologia, eles possuem um preço extremamente competitivo no mercado nacional. Existem também versões com fio e sem fio desse sistema de segurança.

Uma forma de apresentação dessa modalidade de segurança é por meio da tecnologia CFTV, ou circuito fechado de televisão. Esse sistema usa uma ou mais câmeras de vídeo para transmitir e imagens em um monitor central — tudo em tempo real. Dessa forma, áreas do condomínio podem ser acompanhadas pela equipe interna e qualquer movimentação pode ser rastreada.

Sem dúvidas, o método é um dos mais eficientes e com melhor custo-benefício quando o objetivo é otimizar a proteção residencial. Além disso, a tecnologia CFTV pode ser complementada por alarmes e outros sistemas de segurança.

Controle perimetral

O controle perimetral é uma prática de segurança que consiste na instalação de barreiras físicas no perímetro. Esse tipo de barreira é extremamente importante e se mostra indispensável para a proteção dos moradores.

O controle perimetral mais conhecido é o da cerca elétrica, que pode ser usada em qualquer estabelecimento. Ela possui duas funções básicas: afugentar o indivíduo por meio de uma tensão energizada (aproximadamente 10 mil volts). A segunda é o disparo imediato do alarme central, caso algo toque na corrente.

Sabemos que, em ambos os sistemas de segurança, o mais importante é optar por aquele que traga mais conforto e qualidade de vida para os moradores. Dessa forma, uma boa dica é utilizar sempre equipamentos de confiança e contar com o apoio de profissionais especializados nesse mercado.

E então, leitor? Como foi conhecer um pouco mais sobre as principais soluções de sistema de segurança? Caso tenha gostado, aproveite para seguir a Onix Security nas redes sociais (Facebook, YouTube, LinkedIn) e ver como funciona nosso trabalho!

Este é um guest post da Onix Security

Sistemas de segurança nas escolas: por que tanto investimento nisso?

A falta de sistemas de segurança é uma realidade em todo o nosso país. Basta acompanharmos, por alto, as manchetes dos jornais para sabermos que a criminalidade atingiu índices alarmantes no Brasil. E a combinação entre desigualdade social e impunidade acaba criando um ambiente propício para a proliferação dos mais diversos delitos a que os cidadãos estão expostos cotidianamente.

Nesse cenário, com o dia a dia atribulado, o brasileiro sente que não pode esperar de braços cruzados enquanto as autoridades tentam – às vezes de forma ineficiente – solucionar o problema. A segurança é um assunto que não pode ser deixado para amanhã!

Investimentos em sistemas de segurança nas escolas são cada vez mais presentes 

Em vista do ambiente de insegurança em que vivemos, é cada vez mais comum que pessoas busquem por alternativas de prevenção em seus locais de convivência. Afinal, todo cuidado é pouco quando estamos falando da segurança familiar, principalmente quando o foco é a rotina de atividades escolares de nossas crianças e adolescentes.

Você já pensou em como funcionam os sistemas de segurança nas escolas? Devido aos crescentes investimentos nessa área, hoje, vamos conversar com você sobre o assunto, mostrando o cenário atual e algumas das principais medidas protetivas tomadas pelas instituições de ensino. Acompanhe! 

Como a violência impacta a rotina de uma escola

Pequenos furtos e roubos nas imediações das instituições de ensino costumam deixar pais e alunos amedrontados. Muitas vezes, a abordagem acontece no caminho entre o transporte público e a escola ou mesmo quando familiares encostam o carro para deixar o aluno na porta.

Como consequência dessa falta de segurança, os colégios podem perder alunos e, se medidas não forem tomadas para reverter o quadro, correm o risco de fechar as portas, deixando muitos estudantes de suas regiões sem atendimento educacional.

Como nem sempre denunciar os delitos às autoridades competentes resolve o problema, já há muitas instituições tomando medidas e instalando sistemas de seguranças nas escolas para proteger os alunos e os seus familiares. A seguir, conheça alguns desses principais investimentos. 

1. Contratação de equipe de segurança

Os profissionais especializados da segurança privada podem oferecer à instituição de ensino uma atenção exclusiva. A presença ostensiva de uma equipe de segurança nos principais acessos do prédio já faz com que os criminosos se sintam intimidados e pensem duas vezes antes de agir.

2. Instalação de câmeras de segurança

Equipamentos de captura de imagens são muito importantes para que um sistema de segurança nas escolas seja eficaz. Eles permitem o monitoramento em tempo real do movimento dentro da instituição de ensino, antecipando a atuação dos profissionais da segurança no caso de alguma atividade suspeita. Assim, ganha-se um tempo que pode fazer toda a diferença.

Além disso, as câmeras possibilitam o registro de eventuais delitos que venham a acontecer, contribuindo para as investigações realizadas pela polícia e, consequentemente, para a punição dos culpados.

3. Estabelecimento de controle de acesso

Uma das peças-chave para os sistemas de segurança nas escolas é, sem sombra de dúvidas, o estabelecimento de controle de acesso. Com ele, é possível cadastrar alunos, professores, funcionários, fornecedores e visitantes com fotos e dados pessoais, como documentos e informações sobre cargos e empresas, por exemplo. Isso permite monitorar a entrada de pessoas na escola, garantindo que apenas o pessoal autorizado possa circular nas instalações.

Trata-se de um investimento que cresce a cada dia e que se tornou presença indispensável nas escolas de todo o país. Outro atrativo do controle de acesso é a funcionalidade web, que permite a realização de tarefas na rede, como o envio de uma mensagem em tempo real para o pai do aluno informando a hora exata em que o filho dele entrou ou saiu da escola. Com isso, a família pode ter a tranquilidade e a garantia de que a criança ou o adolescente está dentro do espaço escolar.