3 erros ao controlar o acesso escolar que você não pode cometer

A segurança é um dos principais fatores que são analisados pelos pais na hora de escolher uma escola para seus filhos. Por esse motivo, a maioria das instituições de ensino apresenta uma norma interna rígida quanto à contratação de funcionários e dos prestadores de serviços terceirizados, mas falham no controle do acesso escolar de visitantes, por exemplo.

Pensando nisso, listamos 3 dos principais erros que uma instituição pode cometer ao controlar o acesso escolar. Fique atento!

1. Não controlar o acesso escolar

Fornecedores de materiais, visitantes, estudantes ou qualquer pessoa que entre em uma escola deve ser devidamente registrada, assegurando a rotina de estudos das crianças ou dos adolescentes.

A utilização de controladores de acesso pode auxiliar de forma crucial a suprir esta necessidade das escolas, pois, através dele, é possível automatizar, por exemplo, o sistema de chamada, em que o aluno marca sua presença por meio do escaneamento biométrico de sua digital.

Este tipo de controle permitiu uma redução de 85% da taxa de faltas na escola Roberto Mauro Santini em Praia Grande (São Paulo).

IKAcesso Escola – Conheça o software de controle de acesso para instituições de ensino!

2. Permitir a livre circulação de pessoas

O sistema de liberação biométrica pode ser adotado para controle de frequência de funcionários e de alunos, para o controle de acesso a áreas específicas onde a circulação deve ser restrita, como a cozinha e salas de documentos, entre outros, além de oferecer segurança à própria escola, pois qualquer coisa que aconteça dentro do estabelecimento educacional é de responsabilidade da escola.

Atualmente, existem equipamentos que trabalham de forma integrada e que podem além de controlar a frequência, emitir relatórios específicos, como o tempo de permanência de um visitante, a fotografia dele, quem acessou uma área restrita e a que horas, quem passou e quantos foram em um determinado período de tempo e controle de reentrada de alunos, sendo tudo isso emitido em formato de relatórios estatísticos.

3. Utilizar sistemas tradicionais

Muitas escolas fazem este controle por meio de sistemas tradicionais, como a utilização de carimbos, de carteirinhas ou de marcação manual. Existem algumas desvantagens nestes sistemas, como: a perda, o esquecimento ou o dano do cartão de controle, a pouca resistência à umidade, o que pode borrar o carimbo ou a foto na carteirinha que podem ser facilmente copiadas, entre outros fatores que podem interferir nestes tipos de sistema de controle, além de desprender um trabalho muito grande para a sua análise e para o controle.

Estes sistemas tradicionais funcionam? Sim, mas, caso ocorra alguma das problemáticas citadas acima, sua eficiência será drasticamente reduzida, ocasionando incidentes desagradáveis.

Então, vamos agregar valor à sua instituição?

Ao utilizar um sistema integrado de controle de acesso escolar biométrico em seu estabelecimento de ensino, você está agregando valor ao seu serviço, oferecendo controle maior sobre as questões de segurança, passando credibilidade aos pais e, também aos funcionários da escola, além de possibilitar a redução de custos com materiais utilizados em sistemas tradicionais de controle de acesso, que são mais trabalhosos e manos eficazes.

Se interessou pelo assunto de acesso escolar e gostaria de saber mais? Clique aqui e baixe o e-book: Problemas com frequência escolar?, e tenha acesso a mais conteúdos relacionados ao controle de entrada e saída de alunos, à legislação, a um panorama geral sobre a crise e sobre as escolas, além de outras dicas de segurança.

Nossos Produtos

Pais como aliados no aprendizado escolar: é possível?

Na nossa sociedade, com a quantidade de tarefas a serem cumpridas que só aumenta, está cada vez mais comum encontrar pais que delegam para a escola o aprendizado dos filhos. Muitos deles só ficam sabendo que o filho tem alguma dificuldade se forem chamados na diretoria em situações críticas.

No entanto, é possível que a escola consiga integrar até mesmo os pais mais ocupados na missão do aprendizado infantil com algumas atitudes simples. Confira:

Envolvimento e integração

O primeiro diferencial entre uma escola que dialoga com os pais, criando um ambiente de troca na educação, é a política de acolhimento. As conversas periódicas devem ser incentivadas, com a recepção adequada dos adultos em ambientes preparados para isso.

As temidas reuniões de turma podem se tornar momentos de troca com outros pais se os professores e responsáveis tomarem atitudes inclusivas, como conversar com todos de uma forma em que demonstre para os pais que eles são parceiros nessa missão.

Outro ponto importante é conscientizar os genitores do que está acontecendo em sala de aula. A escola deve preparar materiais explicativos sobre as suas regras de convivência e o projeto pedagógico, por exemplo, para entregar no momento da matrícula.

Isso pode evitar situações constrangedoras, como ser questionado no meio do semestre sobre a “falta de evolução” de uma criança. Além disso, sempre que os pais forem buscar seus filhos, eles devem se sentir à vontade para entrar, independentemente do horário, e se integrar às atividades do ambiente.

O aprendizado infantil deve ser noticiado

Os recados em agenda, técnica de comunicação da escola com os pais, servem como uma forma de tentar incluí-los na rotina da criança dentro da escola. Porém, sabemos que muitos deles não checam a agenda com frequência. O que fazer para melhorar a comunicação com essas pessoas e fazê-las participar da vida escolar do filho?

Uma boa forma é utilizar da tecnologia. A escola pode criar um grupo nas redes sociais para incentivar o debate entre pais e professores sobre desenvolvimento infantil, com dicas de alimentação, saúde, lembretes de vacinação, entre outras informações relevantes. Ao perceber que ali há um conteúdo rico, os pais vão acompanhar com mais assiduidade e assim não esquecem a vida escolar da criança.

Outra maneira de aproveitar da tecnologia e tirar o peso das costas da direção em casos graves é oferecer aos pais o controle de frequência por SMS. Esse serviço pode ajudar a evitar que as crianças fiquem de recuperação quando ocorrer algum imprevisto, por exemplo. Se você tem dúvidas de como fazer o controle da frequência escolar de forma eficiente, baixe o nosso e-book e veja dicas para resolver os problemas da sua escola.

Benefícios para a criança

Quando os pais estão envolvidos com a escola que seu filho frequenta, a criança se sente mais segura para se dedicar a todas as atividades oferecidas pela instituição de ensino. Essa interação também evita o conflito de métodos de educação, impedindo que a criança deixe de receber aprendizados que os pais consideram importantes.

Esse benefício no aprendizado escolar vai guiar o pequeno por toda a vida. Por isso, a parceria entre pais e professores é tão importante. Se perceber que o pai de algum aluno é ou está muito distante, insista para que ele participe do ambiente escolar, incentive-o a ajudar o filho com a lição.

A criança agradece a atenção e a escola só tem a ganhar com troca de informações.

5 razões para adotar um sistema de controle de acesso

Um sistema de controle de acesso é feito para controlar ou mesmo impedir o acesso de pessoas a um determinado local, além de fornecer informações sobre a localização e sobre a atividade em geral.

Esses sistemas podem ser usados em escolas, hospitais, empresas em geral ou em condomínios diversos. Mais do que apenas um item supérfluo, esse tipo de sistema possui vantagens importantes para qualquer pessoa que deseje estar mais tranquilo em sua casa ou em seu ambiente de trabalho.

IKAcesso Escola – Conheça o software de controle de acesso para instituições de ensino!

Assim, confira, a seguir, cinco razões para adotar um sistema de controle de acesso!

Maior segurança

Ter um sistema de controle de acesso significa, naturalmente, que somente pessoas autorizadas ou devidamente identificadas poderão entrar no local. Com isso, existe um controle muito maior de quem entra e quem sai, permitindo que haja maior segurança.

Quando o local pode ser acessado facilmente por qualquer pessoa, existe a possibilidade de pessoas mal intencionadas entrarem no local com intenções distorcidas. O controle de acesso, por sua vez, inibe esse tipo de atuação e permite que haja mais controle sobre tudo o que acontece.

Maior proteção ao patrimônio

O sistema de controle de acesso também garante maior proteção ao patrimônio em geral, já que somente pessoas autorizadas ou identificadas poderão entrar no local. Com isso, se qualquer coisa acontecer, como depredação de patrimônio ou mesmo furto, é mais fácil limitar as opções para encontrar os responsáveis.

Com uma lista de pessoas que estiveram no local no determinado período de tempo de ocorrência do incidente, é possível encontrar quem foi o responsável pelo dano e, com isso, recuperar o item ou garantir o conserto, por exemplo.

Facilidade de localização

Além da questão de segurança, o sistema de controle de acesso também facilita a localização de uma pessoa de interesse. Imagine, por exemplo, que esse tipo de sistema é instalado em uma empresa. Imagine também que um gestor precisa localizar rapidamente um funcionário responsável por uma decisão importante. Com a verificação dos relatórios de sistema de controle de acesso, é possível saber em qual setor o funcionário está e, com isso, localizá-lo mais facilmente, além de evitar desencontros.

Dessa forma, utilizar um sistema de controle de acesso também pode facilitar a localização de pessoas em diferentes ambientes, o que pode ser crucial em alguns locais, como empresas.

Controle hierárquico

O sistema de controle de acesso também facilita o controle hierárquico, o que significa que, com esse sistema, é possível permitir que apenas algumas pessoas acessem determinadas áreas.

Com isso, não existe apenas uma proteção em relação a pessoas externas ao local, mas também uma proteção relativa aos procedimentos internos da empresa, do hospital, da escola ou do mesmo condomínio.

No caso de um hospital, por exemplo, ao limitar o acesso a determinadas regiões para alguns níveis hierárquicos específicos, evita-se situações de perda, de roubo ou de modificação de informações ou itens importantes, como um estoque de remédios.

Facilidade na gestão

A gestão em geral também se torna mais fácil com um sistema de controle de acesso. No caso de escolas, por exemplo, fica mais fácil gerenciar as presenças de alunos, assim como nas empresas.

Além disso, o sistema de controle de acesso também diminui o tempo que precisa ser gasto com situações como entrada e saída de pessoas, já que todos os dados são coletados e geram relatórios de análise simplificada.

Um sistema de controle de acesso garante mais segurança e uma maior proteção ao patrimônio, mas também facilita a gestão com a localização de pessoas ou com a definição de acesso de acordo com a hierarquia.

Dessa forma, o local se mantém muito mais protegido de quaisquer problemas causados pela atuação de pessoas mal intencionadas ou simplesmente desavisadas.

projeto de acesso

Se quiser conhecer mais sobre o assunto e descobrir porque esse sistema é perfeito para suas necessidades, entre em contato com a Info Kings.

Como diminuir a inadimplência escolar

Nesses tempos em que as famílias estão com o orçamento cada vez mais apertado, alguns itens acabam ficando em segundo plano no momento em que se faz necessário optar entre pagar uma ou outra conta.

O pagamento da escola particular é um dos itens que acabam sofrendo esse corte, já que a escola, por lei, não pode expulsar o aluno por inadimplência escolar, tendo que esperar o final do ano letivo para tomar alguma providência.

Por outro lado, a escola tem seus custos reajustados constantemente devido a alta de preços e precisa receber em dia para poder manter seus serviços, bem como investir em novas tecnologias relacionadas a equipamentos, materiais didáticos, acompanhamento da frequência escolar e segurança dos alunos, entre outros itens que têm evoluído e precisam ser colocados à disposição de seus clientes.

Neste artigo, trataremos de algumas opções para diminuir a inadimplência escolar. Confira!

Premie os bons pagadores

Oferecer premiações aos clientes que pagam em dia é uma ótima opção para diminuir o nível de inadimplência. Descontos para pagamentos antecipados são sempre bons incentivos ao pagamento, pois é visto por quem está pagando como uma economia.

Outra ideia interessante é o sorteio mensal de mensalidades, rematrículas ou de materiais didáticos entre os clientes que pagaram as mensalidades em dia.

Facilite o pagamento

Hoje em dia, está mais fácil oferecer diversas formas de pagamento aos clientes. Retirar os bloqueios no momento do recebimento é muito importante, pois a quantidade de tarefas que os pais têm que realizar no dia a dia é muito grande.

Os já tradicionais boletos bancários podem ser utilizados, com opção de serem gerados novamente de forma fácil, mas oferecendo também a opção de pagamento via cartões de crédito e outros meios que já estão se consolidando, como o PagSeguro, que possibilita ao pagador dividir o valor em até 18 vezes.

Melhore sua comunicação com os pais e os responsáveis

As formas de comunicação que temos são múltiplas: telefone, aplicativos, SMS, e-mails. Que tal utilizá-las para manter seus clientes a par de datas, valores, avisos de mensalidades atrasadas e, também, das promoções para quem paga as mensalidades em dia?

O contato constante via redes sociais também promove uma integração maior entre escola e clientes, deixando todos mais à vontade para discutirem os problemas relacionados aos custos envolvidos na educação.

IKAcesso Escola – Conheça o software de controle de acesso para instituições de ensino!

Implemente sistemas de cobrança mais eficientes

Existem no mercado muitas empresas que oferecem consultorias e sistemas para tornar mais eficiente a área de cobrança das escolas, permitindo conhecer, antes de fechar o contrato, o histórico do cliente em relação à inadimplência no mercado, para fins de cálculos antecipados de risco de não pagamento.

O cálculo do risco permite alocar o custo da inadimplência na própria mensalidade e fazer com que ela cause menos impacto na continuidade do negócio.

Contrate seguros educacionais

O seguro educacional pode ser oferecido na forma de um plano coletivo ao qual o responsável adere ou não no ato da matrícula, visando cobrir as mensalidades até o final do ano letivo do curso, em caso de morte ou invalidez por acidente. No caso de acidente ou doença, o seguro reembolsa até 3 mensalidades.

Gostou das dicas acima sobre como diminuir a inadimplência escolar? Então, assine nossa newsletter e continue antenado em assuntos ligados à implementação de técnicas para controle de acesso!

5 dicas para tornar a escola mais segura

Segurança é uma sensação que temos em virtude da ausência de ameaças, sendo que estas podem ser neutralizadas quando corretamente identificadas. Mas, como aplicar esse conceito para tornar uma escola mais segura?

Quando se trata desse assunto, é necessário mais que uma “sensação de segurança”. É preciso garantir a segurança propriamente dita, na prática. E as ações têm que refletir medidas proativas e reativas no sentido de tranquilizar ou eliminar qualquer tipo de risco que se possa, de alguma forma, antever.

Neste post, vamos tratar de algumas medidas que podem ser tomadas para tornar a escola um local mais seguro para crianças e jovens. Vamos a elas?

Definir e divulgar um plano de segurança

A escola precisa tratar do assunto segurança com os pais logo na primeira reunião do ano, visando deixar claras as regras e os recursos colocados à disposição dos pais, funcionários e professores para atingir esse fim.

Os procedimentos de segurança devem ser entregues aos pais em forma de cartilha, de preferência, especificando as normas a serem seguidas. A educação no trânsito, que muitos pais demonstram não ter ao pararem em fila dupla nos horários de entrada e de saída dos alunos, deve ser ressaltada, já que o tumulto que essa atitude causa pode ser apontada como uma possível causa de incidentes de segurança.

Organizar e controlar o fluxo de entrada e de saída

Organizar a entrada e a saída dos alunos é fundamental para que o monitoramento seja feito forma adequada. Definir critérios de separação entre turmas, faixas etárias, tipos de transporte (particular ou coletivo), colocando um intervalo entre eles e até separando os portões de entrada e de saída ajuda bastante a controlar o fluxo de pessoas nesses horários.

A Info Kings possui um sistema que avisa à escola que o pai ou responsável está chegando para pegar o filho, agilizando a chamada do aluno, evitando aglomeração no portão. Além de fornecer o controle de fluxo de pessoas via biometria avisando aos pais por e-mail ou sms quando os filhos entram e saem da escola.

IKAcesso Escola – Conheça o software de controle de acesso para instituições de ensino!

Criar uma política clara em relação a atrasos

Uma política em relação a atrasos é importante também. Estipular o limite de tempo que o aluno pode atrasar, para não ter que ficar com pessoal alocado na portaria sem necessidade, assim como ter uma entrada específica para quem chega com atraso, visando controlar e registrar esse atraso, são medidas que vêm também para evitar reincidências, pois causam dificuldade aos que não têm grande preocupação em se atrasar para a escola.

Consultar especialistas

Dependendo do tamanho da instituição, a contratação de uma consultoria especializada em segurança, para realização de análise, diagnóstico e projeto de sistema de segurança específico, pode ser uma boa solução, já que profissionais capacitados no assunto irão direcionar as medidas que serão mais efetivas.

Para instituições menores, a padronização de algumas ações e da instalação de sistemas e equipamentos de segurança já minimizam os riscos.

Obter engajamento de todos

O preço da liberdade é a eterna vigilância. E o da segurança também. O engajamento de todos os funcionários da escola — do mais humilde ao diretor — na verificação das atividades internas e nos arredores da escola, tomando providências de imediato ao notar algo que possa resultar em algum incidente, tem que ser uma prática constante.

Os pais devem reforçar esse time observando e comunicando sempre que notarem atitude suspeita de qualquer pessoa envolvida no processo ou não. Aplicativos que enviam alarmes de perigo e que possibilitem a criação de grupos de comunicação instantânea auxiliam muito nesse sentido.

Tem mais alguma sugestão para tornar a sua escola mais segura? Deixe seu comentário a respeito! E, se quiser saber mais sobre problemas com a frequência escolar, baixe nosso e-book!