Formas de evitar furto no meu local de trabalho

A violência é um dos principais problemas enfrentados pelos brasileiros, especialmente para aqueles que são donos de comércios e diversos tipos de empresas. De acordo com levantamentos, mais de 20% da população com mais de 16 anos já sofreu algum tipo de violência como roubo, furto ou assalto. E, para as empresas, evitar furto pode ser ainda mais complicado.

Infelizmente, o responsável pelo crime pode estar dentro da própria empresa. E, sem provas, fica impossível acusar qualquer pessoa, por mais que todos saibam ou, ao menos, desconfie quem foi o autor do crime.

Para acabar com esse problema, melhor do que encontrar meios de provar é evitar que o problema aconteça. Sendo assim, usando algumas boas estratégias, você consegue estar um passo à frente.

Como evitar furto interno no trabalho

Há muitos funcionários que são de total confiança, mas, infelizmente, não podemos confiar em todos. Algumas pessoas já entram no serviço mal intencionadas, por isso, é muito importante ter vigilância interna. Nesse caso, a principal solução são as câmeras. Elas podem ser integradas a um monitor para a sala de segurança ou ao seu próprio smartphone.

Além de inibir os furtos internos e diversos outros problemas, você também consegue ajudar a polícia com as imagens caso alguém invada o seu prédio.

Outra boa solução, é usar controle biométrico em determinados locais da empresa. Por exemplo, no estoque, onde há objetos que podem ser furtados facilmente ou mesmo na sala há um cofre.

Como evitar furto externo no local de trabalho

Uma maneira excelente de evitar furto de pessoas de fora do ambiente de trabalho é restringir o acesso. Isso pode ser feito com excelentes tecnologias que, ao serem implantadas, conseguem inibir os bandidos, pois sabem que a entrada no local é mais difícil do que pensaram. Veja quais são essas opções.

Controle de acesso

O controle de acesso permite que, de acordo com dados cadastrados no software, apenas pessoas autorizadas tenham acesso a determinados lugares. Essa tecnologia pode ser instalada tanto em determinados setores quanto na entrada principal da sua empresa. Esse controle de acesso pode ser feito de 3 maneiras:

leitura de impressão digital;

leitor de cartões;

leitor de cartões combinado com impressão digital.

Essa última opção é extremamente segura, afinal de contas, quanto mais barreiras de proteção, mais difícil fica de entrar no local.

Catracas

As catracas são excelentes opções para locais com um grande fluxo de pessoas como condomínios e indústrias. Ao mesmo tempo que conseguem oferecer maior praticidade, também sabem oferecer a proteção necessária para o local. Você ainda pode escolher se quer uma catraca com leitor biométrico ou com leitor de cartões.

Caso seja por leitura de cartão, você não precisará se preocupar em alguém fazer cópias dele. O software instalado identifica no exato momento o matéria inválido. Para academias, também é uma ótima opção já que o sistema pode apontar quando a mensalidade do aluno já está vencida.

As catracas e o controle de acesso são ótimas maneiras de proteger não só o seu negócio, mas todas as pessoas que estão no ambiente. Essa tecnologia age de forma preventiva, a melhor forma de evitar problemas.

Quer saber mais sobre como evitar furto usando essas soluções? Então, entre em contato com a gente!

Como saber quem está entrando e saindo em meu estabelecimento

Em 2016, um dado divulgado pela Revista Istoé preocupou os brasileiros: de acordo com a pesquisa pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) o número de assaltos no Brasil é o dobro da média mundial. Em 2017, uma ONG americana fez uma lista dos países mais inseguros do mundo com base em pesquisas e o Brasil ficou em 11ª posição entre mais de 130 países.

Diante desse cenário, é preciso ter o máximo de cuidado e estar muito bem protegido, especialmente se você coordena um local no qual há um grande fluxo de pessoas.

Comércios, indústrias, escolas e condomínios são locais em que muitas pessoas entram e saem constantemente. Ter o máximo de controle de acesso nesses lugares é fundamental para aumentar a segurança de todo.

Para ter esse controle, você pode tomar algumas providências. Existem diversas tecnologias que podem ajudá-lo nessa importante missão.

Por que usar tecnologias de controle de acesso?

Além de oferecer maior segurança, controlar quem sai e quem entra no estabelecimento oferece outras vantagens. Por exemplo, os setores ficam mais organizados, permitindo que apenas pessoas autorizadas entrem em um determinado local. Também é uma forma de seguir a regulamentação de alguns ambientes que possuem lotação máxima como teatros e outros.

Um controle de acesso também ajuda na redução de custos com serviços terceirizados de segurança. Você pode até contratar algumas pessoas por precaução, mas, sem dúvidas, o custo será muito menor. Além da identificação de uma pessoa caso ela quebre um item na loja ou danifique algo no ambiente.

Quais controles de acesso utilizar?

Câmeras

As câmeras já são amplamente utilizadas pelos comerciantes, colégios, indústrias e demais departamentos. E nem precisa ser pessoa jurídica para se preocupar com a segurança. Muitas residências possuem câmeras externas algo que ajuda a inibir os assaltantes. É importante que, além da instalação, você tenha um software capaz de armazenar um tamanho significativo de imagens.

Leitor de cartões

É uma tecnologia interessante para determinados setores. Por exemplo, áreas restritas a algumas pessoas do setor administrativo ou mesmo academias. O software instalado faz a leitura no código de barras e libera a catraca para alguém previamente cadastrado e autorizado. Para locais com muitas pessoas, um leitor por proximidade ajuda a evitar filas.

Leitor biométrico

A biometria é uma das formas mais seguras de controlar o acesso de pessoas em estabelecimentos. Por exemplo, em condomínios e bancos é uma ótima opção. Por exemplo, o cofre de um banco só pode ser aberto pela leitura de algumas digitais previamente cadastradas. O software pode registrar quando aquela pessoa saiu e quando voltou.

O que levar em consideração na hora de escolher o tipo de controle de acesso?

O mais importante é que a tecnologia possa se adaptar facilmente ao seu tipo de empresa. Além disso, é interessante que ela possa oferecer relatórios, muito úteis, por exemplo, para saber a que horas um aluno saiu da escola ou do cursinho e quando ele retornou. Também deve ser capaz de armazenar uma quantidade de cadastros compatíveis com a sua necessidade.

Quer receber mais dicas para aumentar a segurança do seu estabelecimento? Entre em contato conosco!

Veja 3 recomendações antes de montar academia

Montar academia tem se tornado um negócio cada vez mais atrativo. As pessoas não estão indo mais para as academias apenas em busca de um corpo perfeito. Atualmente, elas buscam, acima de tudo, uma vida saudável. De acordo com pesquisas feitas pela ACAD (Associação Brasileira de Academias), só no Brasil, esse nicho movimenta cerca de US$ 2,5 bilhões e a tendência é de crescimento.

É um fato que abrir uma academia é um excelente negócio, mas que exige muito planejamento, especialmente financeiro. Você precisa contratar um bom vendedor para trabalhar na recepção do local, como vai controlar a saída e entrada dos alunos e como evitar que eles usem os serviços quando estão inadimplentes.

Quer uma mãozinha? Então, veja abaixo as 3 principais recomendações que você deve seguir para montar uma academia e evitar prejuízos!

1. Planeje

Esse é o ponto de partida para todo e qualquer negócio. Você precisa traçar um caminho para saber como alcançará o seu objetivo. Dentro desse planejamento, deve também criar metas. Por exemplo, em quanto tempo encontrar um local para montar uma academia, quantos funcionários precisará contratar, em quanto tempo começará a funcionar, entre outras.

Outro passo estratégico no planejamento é investir um pouco em pesquisas. É importante coletar informações sobre a concorrência, o melhor local para abrir o seu negócio, do que as pessoas sentem falta nas academias que já existem (algo que pode ser o seu diferencial), entre outras.

2. Faça a gestão financeira

Esse é o tipo de gestão que começa logo no primeiro momento em que você decide montar uma academia. Se você vai pedir um empréstimo, precisa pesquisar muito para não perder dinheiro com os juros. Lembre-se que existem alguns equipamentos básicos e que não podem faltar como peitoral dorsal, leg press, halteres, aparelhos de som, barras e vários outros.

Assim, para pedir o empréstimo, você precisará ter um valor preciso em mãos de quanto vai precisar para fazer a sua academia funcionar. Não se esqueça dos encargos trabalhistas dos funcionários, das taxas para manter o local funcionando, entre diversas outras despesas que precisam estar no papel.

3. Pense na logística

Você precisará controlar a entrada e saída dos alunos e, é claro, manter o ambiente o mais seguro possível, evitando que qualquer pessoa entre no local sem a devida autorização. Nesse caso, um sistema muito utilizado nas academias são as catracas.

Com um leitor de digital, ela consegue identificar de forma imediata, quem é a pessoa, se está cadastrada como aluno ou como um funcionário. Se não é o caso, apenas o responsável que tem acesso ao sistema consegue destravar a catraca e liberar a passagem.

É uma ótima maneira de evitar que os alunos continuem frequentando a academia sem pagar a mensalidade. São muitos alunos e, por isso, é bom ter um sistema automatizado que lembre essas datas importantes. Dessa forma, assim que ele colocar a digital na catraca, ela trava, chamando a atenção do responsável ali presente.

Montar uma academia é algo que exige muita paciência e bastante planejamento. Tentar fazer isso de forma apressada é uma forma fácil de cometer erros e, consequentemente, perder dinheiro.

Projeto de Acesso

Veja também quais são as principais tecnologias em segurança para 2019 que você pode implementar no seu negócio!

A importância das catracas em condomínios residenciais

A segurança é algo que está cada vez mais difícil de conquistar na atualidade, especialmente nas grandes capitais. Uma pesquisa realizada em 2016 mostra que o número de assaltos no Brasil é o dobro da média mundial. Sendo assim, colocar catracas em condomínios residenciais se faz mais do que necessário. Isso evita que desconhecidos tenham acesso às casas dos moradores.

Além da segurança, outra vantagem é a organização que um sistema de catracas proporciona. É possível cadastrar todos os moradores e assim ter um maior controle sobre quem ainda está morando no condomínio, quem não está mais, quem são os novos moradores e assim por diante.

Veja mais sobre esse assunto e a grande importância de instalar esse tipo de equipamento nos condomínios residenciais.

O que é uma catraca biométrica?

A biometria é uma tecnologia que consegue identificar as pessoas por características únicas como a impressão digital (mais utilizada), a íris dos olhos, entre outras. Por conta disso, é considerada uma das formas mais seguras de identificação. Tanto é assim que, essa técnica é utilizada também em investigações criminais.

Como funciona o controle de acesso por meio da catraca biométrica?

O responsável pelo sistema deverá cadastrar todas as digitais dos moradores e pode também cadastrar os visitantes que são mais frequentes. Assim, quando alguém parente ou amigo mais próximo for fazer uma visita, não há a necessidade de avisar ao morador e manter a pessoa do lado de fora até obter uma resposta.

Dessa forma, é possível, por exemplo, montar um relatório com as entradas e saídas dos moradores, saber em quais horários eles costumam ter acesso ao local e quais são as pessoas me mais visitam. Essas informações são muito importantes, pois ajuda a identificar algum problema no caso de um comportamento fora do padrão.

Por que utilizar catracas em condomínios residenciais?

Como dissemos no início deste post, entre os maiores benefícios na utilização das catracas é a questão da segurança, não só dos moradores, mas também de todos os colaboradores. A questão da organização sobre as informações dos moradores e visitantes também é um ponto positivo.

Outro bom motivo para instalar uma catraca biométrica no condomínio é que ela consegue evitar a formação de filas, especialmente nos horários de pico. Não é necessário que o responsável pela portaria tenha que identificar cada um dos moradores. Com a catraca fica muito mais simples liberar o acesso e evitar assim maiores transtornos.

Quer melhorar a organização da administração do condomínio? Essa é outra vantagem que a identificação biométrica pode oferecer. Você pode instalar catracas em locais específicos para liberar apenas a entrada de pessoas autorizadas. Dessa forma, uma série de complicações pode ser evitada e o trabalho dos colaboradores fica mais fácil de ser realizado.

O uso de catracas em condomínios residenciais é uma ótima forma de agregar valor ao local, pois assim é possível proporcionar aos moradores uma maior tranquilidade devido à sensação de segurança. Escolha qual é o melhor tipo de catraca para as necessidades do seu condomínio.

Quer conhecer boas soluções de catraca para o seu condomínio? Então, acesse o nosso site e veja qual se encaixa melhor nas suas necessidades!

Site InfoKings

Biometria não funciona, o que fazer?

Erro de leitura no momento da biometria. Quem nunca enfrentou esse problema tão recorrente? Afinal de contas, estamos falando de máquinas que, a qualquer momento podem sim apresentar algum tipo de defeito. É claro que, dependendo do fornecedor, algumas mais que outras.

Porém, existem outros motivos para as falhas além desse. Pode ser por conta de uma configuração feita de maneira errada ou mesmo por conta do próprio usuário. Por exemplo, em locais nos quais os funcionários trabalham com produtos químicos, é comum a biometria apresentar problemas.

Como resolver quando a biometria não funciona?

Vamos agora passar algumas dicas do que pode ser feito nesse tipo de situação e quais cuidados devem ser tomados.

Escolha o dedo mais adequado

Algumas pessoas acreditem que a biometria deve funcionar perfeitamente em qualquer dedo. De fato, qualquer dedo cadastrado tem a impressão digital, mas existem alguns que conseguem oferecer melhor adaptação ao equipamento.

Por exemplo, o polegar deve ser evitado por conta da área de contato que pode ser maior que a do leitor. O dedo mínimo também não é indicado por conta da sua área muito pequena e boa parte do leitor não tem contato com a impressão.

Por conta disso, as melhores opções são os dedos indicador, anular e médio.

Remova suor e outras substâncias

Você está bebendo uma garrafa de água gelada e a ponta dos dedos ficaram umedecidas. Naturalmente, ao usar algum tipo de biometria, a sua digital não será identificada por conta dessa barreira líquida que se forma na região. Isso acontece com qualquer pessoa, portanto, verifique com o funcionário e tenha sempre um lenço de papel próximo para ajudar nessas situações.

Além de água, qualquer outro tipo de substância como suor, poeira, produtos químicos e cosméticos podem impedir que a leitura da digital seja feita sem falhas.

Analise a idade

Sabia que, com o passar dos anos, a nossa impressão digital se desgasta e já não é a mesma de antes? Sendo assim, os idosos podem apresentar alguns problemas na leitura biométrica, mas isso não é uma regra. Isso pode acontecer, mas o tipo de profissão que a pessoa exerceu durante a vida é um fator que deve ser considerado.

Por exemplo, pessoas que faziam faxina, lavavam roupa, trabalhavam na terra, na construção civil e em outros locais do tipo, podem ter, com o passar do tempo, a estrutura da digital comprometida.

Preste atenção na hora de cadastrar

Antes de cadastrar o usuário, tenha a certeza de que a configuração do aparelho está correta e dentro do que é indicado. A partir disso, tenha cuidado no momento de realizar o cadastramento biométrico. Assim, verifique também se já não há um cadastro daquela pessoa no banco de dados. Cadastrar mais de um dedo pode causar problemas de identificação.

Use outras tecnologias

Existem diversas outras opções de tecnologias que podem substituir o cadastramento biométrico e oferecer mais agilidade e menos problemas como os citados acima. Você pode fazer o controle de ponto ou de acesso em qualquer tipo de negócio no qual atue e que precise desse tipo de equipamento funcionando da melhor forma possível.

Por exemplo, usar uma solução que possa identificar o usuário pela leitura de um cartão é uma excelente solução para os problemas de biometria. Você pode, inclusive, usar um equipamento que ofereça as duas formas de controle.

Quer saber mais sobre esses equipamentos? Então acesse as nossas soluções!

Nossos Produtos

Como seria o Mundo sem Catracas

Já conseguiu imaginar como seria se as empresas não usassem catracas? A falta de segurança que isso traz, prejudica não só os empresários como também todas as pessoas que estão dentro de um determinado ambiente, tornando-se vulneráveis. Além disso, também teria o problema da falta de controle: como descobrir, por exemplo, se um funcionário chegou atrasado?

São muitos os problemas que a falta de catracas no ambiente corporativo pode gerar e a sua empresa pode se transformar em um verdadeiro caos sem elas, inclusive gerando prejuízos financeiros.

Vejamos abaixo qual a importância da catraca nos mais diversos ambientes e como o uso dela é interessante por vários motivos!

Aumenta a segurança

Atualmente, a segurança é um dos maiores motivos para que as pessoas passem a usar catracas em suas empresas. Elas controlam principalmente a entrada de pessoas indevidas já que apenas quem está autorizado pode fazer isso. A entrada pode ser autorizada por uma senha, uso de cartões magnéticos ou mesmo por digital. Assim, é mais fácil de evitar assaltos e demais problemas do tipo que possam acontecer.

Além disso, é uma ótima forma de segurança também nas escolas. Quando algum aluno sair sem autorização e sem um responsável é possível identificar a pessoa e assim, tomar as providências necessárias.

Melhora a organização

Para uma empresa com poucos funcionários, a questão da organização no início da jornada de trabalho pode não ser o maior dos problemas, mas certamente é preocupante para uma que tenha um número significativos de empregados. Permitir que todos entrem de uma única vez, pode transformar a entrada do local em um verdadeiro caos, podendo provocar, inclusive lesões físicas.

A catraca obriga os empregados a acessarem o local de trabalho de maneira mais organizada, formando uma fila e permitindo que apenas uma pessoa passe por vez na catraca.

Ajuda no trabalho em diversos setores

Ter o controle de quantas pessoas entram por dia no seu estabelecimento, especialmente os funcionários, é de grande importância tanto para o setor de RH.

No RH, os profissionais que ali trabalham precisam analisar a frequência e a assiduidade dos funcionários. Identificar algum possível problema que possa estar acontecendo ao verificar os atrasos constantes do empregado para dar entrada no local. É possível usar esse fator para avaliar a produtividade em determinados pontos da empresa.

A tecnologia é, sem dúvidas, uma importante aliada das empresas e ela pode participar dos mais diversos momentos e processos. Passar a usar uma catraca e adquirir todos os benefícios do equipamento não é um gasto, mas sim um investimento com retorno em curto, médio e longo prazo.

projeto de acesso

Está pensando na possibilidade de investir em uma catraca para sua empresa? Veja os nossos produtos e descubra como podemos ajudá-lo!

3 tipos de controle de acesso ideais para a sua empresa

Além de aumentar a segurança do local, ter um controle de acesso na empresa ajuda também a saber quem entrou e saiu do ambiente e a que horas isso aconteceu. Esse controle pode ser feito de forma manual ou eletrônica, sendo esta a mais segura e prática para qualquer tipo de empreendimento.

Por que é importante ter um controle de acesso?

Há diversas vantagens em instalar um controle de acesso na sua empresa. Veja abaixo quais são!

Tranquilidade

O controle de acesso consegue melhorar a gestão de funcionários da sua empresa. Fica muito mais fácil saber quais foram em determinado dia e quais faltaram, quais chegaram atrasados e quanto foi esse tempo. Ter todos esses dados em mãos é essencial para calcular, por exemplo, o pagamento de horas extras e evitar problemas na justiça.

Segurança

Nós sabemos o quanto é importante investir na segurança do nosso empreendimento e também nas pessoas que trabalham nele. Segundo alguns dados de 2016, as taxas de assalto no nosso país é o dobro da média mundial. Assim, quanto mais segurança você puder oferecer ao seu negócio, melhor.

Com o controle de acesso, você pode permitir a entrada apenas de pessoas cadastradas e conhecidas. Evita-se assim a presença de pessoas de má fé dentro do ambiente.

Controle de fluxo

O controle de acesso permite que a empresa saiba quantas pessoas entraram no local naquele dia e quantas saíram. Evita-se, por exemplo, que o local seja fechado com alguém ainda nele, entre outros transtornos que podem acontecer no dia a dia da empresa. Quanto maior o controle sobre o seu negócio, melhores serão os resultados obtidos.

Quais os principais tipos de controle de acesso?

Agora que você já sabe a importância de ter um controle de acesso na sua empresa, está na hora de descobrir qual é a melhor opção para ela. Veja abaixo algumas que podem ajudá-lo!

Catracas

As catracas podem ser utilizadas para acesso de pessoal autorizado por meio de cartões ou por biometria. Ela pode ser usada em empresas de diversos nichos ou mesmo em eventos, como por exemplo, no Estádio Nilton Santos (Engenhão) em que instalamos as catracas para acesso dos torcedores. Você pode integrar o equipamento a um software no qual todos os dados ficam cadastrados no final de um período.

Porta eletrônica

Outro tipo de controle de acesso ainda mais seguro. Aqui, as portas do ambiente só abrem após a identificação da pessoa que pode ser por meio de uma senha, biometria ou mesmo um cartão magnético. Pode ser utilizado nos mais variados tipos de porta.

Cancela

Provavelmente você já passou por uma dessas milhares de vezes na sua vida, especialmente quando precisa entrar no estacionamento do shopping ou por algum pedágio. A cancela é bastante prática, reduz a espera das pessoas e evita a formação de filas. Pode ser utilizada, por exemplo, na área de estacionamento da sua empresa sendo liberadas com o uso de cartão magnético, código de barras entre outros recursos.

Como melhorar o controle de acesso?

Quer deixar o controle de acesso do seu estabelecimento ainda melhor? Alie a máquina a algum tipo de software no qual seja possível ver relatórios de todas as entradas e saídas e a que horas isso aconteceu. Você pode registrar os seus funcionários e saber quando cada um deles chegou, se alguém faltou ao serviço naquele dia, entre outros dados que podem ajudar muito no funcionamento da empresa.

projeto de acesso

Não sabe onde encontrar as soluções para o controle de acesso na empresa? Então conheça os nossos serviços e produtos!

4 mandamentos de uma boa segurança para condomínios

Infelizmente, a violência ainda é crescente no Brasil, em especial nos grandes centros urbanos. Nesse cenário, os condomínios se transformaram em um dos alvos prediletos dos criminosos. Afinal, com uma simples invasão é possível multiplicar os resultados de um assalto.

Para evitar esse tipo de atividade violenta, a segurança em condomínios deixou de ser uma mera precaução para se tornar uma necessidade. A boa notícia é que a tecnologia vem promovendo significativas mudanças, trazendo uma segurança efetiva para muitos moradores.

Dispositivos digitais, contudo, não são o único investimento a ser feito. Confira alguns dos principais mandamentos que fazem a boa segurança para condomínios!

1. Tenha um bom controle de acessos

O controle de acessos serve não apenas para identificar quem entrou e saiu do prédio, mas também permite que somente pessoas autorizadas tenham acesso ao condomínio, sem que haja o risco de falhas humanas.

Muitos condomínios vêm adotando o sistema de crachás com a tecnologia RFID, que facilitam não somente o acesso automático por meio de cancelas, por exemplo, como armazenam dados que permitem o rastreamento e o monitoramento da entrada e saída.

Recentemente, o uso da biometria também se tornou uma tendência nos condomínios, já que a identificação e o acesso por meio das impressões digitais são intransferíveis e, portanto, muito mais seguro. Como os crachás podem cair em mãos erradas, a biometria vem-se demonstrando um investimento muito mais certo e com retorno efetivo para os condomínios.

A tecnologia de segurança para condomínios vem avançando tanto que já é possível até adquirir um sistema de portaria remota, com o controle de acessos feito de forma totalmente automatizada e a distância, sem que haja a necessidade de um porteiro 24 horas exclusivo.

Veja os nossos produtos e peça já um orçamento.

2. Invista em um sistema de monitoramento

Além do controle de acessos, é fundamental monitorar o sistema. O uso de câmeras de vigilância é uma das formas mais efetivas de realizar essa atividade, já que a vigilância é feita 24 horas por uma central de controle.

As câmeras devem sempre estar instaladas em áreas consideradas vulneráveis, como muros, portões de entrada e regiões afastadas e com pouca circulação de pessoas.

Hoje, com a tecnologia, os sistemas de câmera podem ser acessados de qualquer lugar por meio até do celular. Isso significa, por exemplo, que pessoas responsáveis, como o síndico, podem ter acesso a esse monitoramento e auxiliar na identificação de problemas e falhas.

3. Conte com barreiras físicas

As barreiras físicas são outro aspecto fundamental da segurança. Afinal, elas servem para coibir as invasões e atos violentos propriamente ditos. As cercas elétricas, mesmo nos dias de hoje, ainda são uma ótima solução para evitar que o condomínio seja invadido por criminosos. Outra medida importante é a blindagem da guarita, evitando que funcionários coloquem em risco suas vidas pelo condomínio em uma ação criminosa.

4. Aposte nas boas práticas

Por fim, é sempre bom contar com o treinamento dos funcionários do condomínio, para evitar invasões e pânico em situações de violência. O elemento humano costuma ser o mais falho e vulnerável. Por isso, é fundamental que porteiros, síndicos e até os próprios moradores saibam o que fazer em situações de insegurança.

Além disso, é importante que se conscientizem de que são parte da segurança comum. Logo, aceitar determinadas práticas que fazem parte do bem de todos é fundamental!

Solicite Orçamento

Agora que você já sabe sobre como ter uma boa segurança em condomínios, que tal aprender mais sobre controle de acesso e tecnologias que podem fazer a diferença? Acesse o link e boa leitura!

Cartões de acesso de segurança: o que é e como funcionam

O uso de cartões de acesso para o controle de entrada e saída de pessoas nas empresas é um recurso cujas vantagens vão muito além de torná-las ambientes mais seguros. A ferramenta pode trazer inúmeros benefícios ao negócio, afetando diretamente a eficiência de seus departamentos e a produtividade das equipes, além de gerar até mesmo a redução de custos.

Isso acontece porque o uso dessa tecnologia, quando direcionado também aos colaboradores, permite um controle preciso de entradas e saídas, horas trabalhadas, horas adicionais, frequências de ausências e desempenho. Tais dados se baseiam no que foi produzido por cada um.

Assim, a implantação de qualquer um dos diversos sistemas disponíveis hoje no mercado engloba melhorias em muitas áreas do negócio. Algumas delas são, por exemplo: segurança, folha de pagamento, gestão de pessoas, departamento jurídico e gestão da produtividade.

Veja, a seguir, como essa ferramenta funciona e de que forma é possível utilizar seus recursos para melhorar o desempenho de sua empresa:

O que são e como funcionam os cartões de acesso?

Assim como os cartões de crédito tradicionais, os cartões de acesso são produzidos com materiais como plástico ou PVC. As unidades possuem uma camada magnética interna ou em forma de tarja, na qual podem ser armazenados alguns dados do usuário, como nome completo, número de algum documento e níveis de segurança aos quais ele tem acesso.

Basicamente, cada cartão é um dispositivo que, magneticamente, carrega informações facilmente administráveis. Tais dados podem ser modificados com bastante rapidez e controlados por softwares de forma muito prática.

Ao serem colocados em contato com o leitor específico, os conteúdos gravados no cartão são responsáveis por liberar ou negar o acesso da pessoa a determinado local. Além disso, há o registro de uma série de informações como datas, horários, quantidade de acessos e intervalos, entre outras.

Esses leitores podem ter muitas formas. Algumas delas são: catracas de controle; máquinas para marcação do ponto no expediente; fechaduras de portas; painéis de elevadores; cancelas de estacionamento etc.

Tipos de tecnologia

Existem diversas maneiras de utilizar o cartão magnético, dependendo da tecnologia adotada. Os diferentes sistemas de uso adequam-se às necessidades de cada local onde são instalados. Conheça cada um deles:

  • leitor de inserção: neste sistema, é preciso inserir o cartão em uma fenda para que seja realizada sua leitura. Alguns dispositivos recolhem totalmente o cartão por alguns segundos antes de devolvê-lo; outros pedem a inserção parcial e, após um breve travamento para análise dos dados, liberam o acesso e o cartão;
  • leitor de swipe: para este tipo de leitor, é necessário deslizar o cartão por uma fenda, onde será feita a leitura das informações da tarja magnética. É um processo rápido, no qual basta passar o cartão na posição correta para que os dados sejam lidos (e armazenados) e o acesso, liberado;
  • leitor de proximidade: com este sistema, basta aproximar o cartão do dispositivo de acesso para que a leitura seja realizada.

Configuração e níveis de acesso

Como já foi dito, há muitas aplicações para a tecnologia de cartões de acesso. Seus sistemas podem ser configurados do modo que for mais útil para cada utilização.

Além de permitir e registrar a entrada de pessoas, ele também pode criar diferentes níveis de acesso para cada usuário. Isso garante a restrição de pessoal não autorizado nas dependências da empresa.

Assim, ficam mais bem protegidos os materiais de manipulação delicada, as informações sigilosas e os locais que exigem um nível mais rígido de segurança, entre outros itens. Mais do que liberar ou barrar a entrada, é possível implantar uma melhor vigilância, pois cada utilização de cartão fica registrada, mostrando quem o usou e onde fez isso.

Quais são as vantagens na gestão de colaboradores?

As facilidades que a implementação de cartões de acesso traz para a companhia são muitas. Algumas delas dizem respeito diretamente ao desempenho do negócio e à gestão de pessoas.

Ao adotar essa tecnologia como cartão de ponto, fazendo o registro eletrônico dos dias e horários de entrada e saída de funcionários, a empresa ganha ferramentas capazes de impulsionar a performance de sua equipe por meio de um planejamento mais eficaz.

Isso acontece porque, a partir do cruzamento de relatórios diversos, registros de entrada e saída e horas extras, são traçados perfis de produtividade de cada colaborador. Assim, é possível entender o desempenho de cada um deles e criar estratégias de orientação, treinamento, remanejamento e controle, para que todos possam ser mais produtivos.

Além disso, os recursos desse sistema agilizam o trabalho da área de Recursos Humanos e Departamento Pessoal, com mais rapidez na geração da folha de pagamento, redução de erros, menor burocracia e maior assertividade nas tomadas de decisões. Isso porque o sistema pode ser integrado a outros já existentes na empresa, gerando sinergia e um melhor aproveitamento das ferramentas digitais.

Redução de despesas com ações e horas extras

Um problema recorrente em muitas companhias é a questão das horas extras dos colaboradores. Fazer uma comparação equilibrada entre a real necessidade delas e a produtividade está entre os desafios dos gestores. E se esse já é um problema no curto prazo, pode se tornar uma grande dor de cabeça, com ações judiciais, no médio e longo prazo.

Por isso, a adoção de um controle digital de acesso e permanência dos funcionários torna-se eficaz também na redução de custos. Esse recurso permite não apenas uma gestão regular de horas extras, mas serve inclusive como documentação de garantia contra eventuais ações.

Além disso, é uma proteção contra qualquer iniciativa que tente fraudar o apontamento da jornada de trabalho. Logo, a adoção de cartões de acesso em qualquer empresa se torna mais do que uma medida de segurança, passando a ser de utilidade estratégica e de gestão.

Sua imensa flexibilidade e as múltiplas formas de atuação, de controle e do gerenciamento de informações fazem desse recurso algo fundamental para impulsionar resultados, eliminar burocracias e agilizar rotinas. É a tecnologia trazendo soluções para empreendimentos, gestores e colaboradores.

Gostou de saber mais sobre os cartões de acesso? Se você busca as vantagens que abordamos neste artigo, entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo a encontrar a melhor solução para o seu negócio ou departamento!

projeto de acesso

5 vantagens para os pais do controle eletrônico de frequência escolar

Provavelmente, você faz uma pesquisa e visita alguns colégios antes de matricular os seus filhos naquele que mais atende as suas necessidades. Ao optar por uma instituição de ensino que tenha controle eletrônico de frequência escolar, você está fazendo um grande investimento tanto para a sua comodidade quanto para a segurança do seu filho.

Se a tecnologia trabalha a favor dos pais, por que não usar esses serviços para acompanhar a frequência dos filhos e ficar por dentro de todo o andamento escolar das crianças e adolescentes?

No post de hoje, apresentamos 5 das grandes vantagens de escolher uma escola que conte com o sistema de catracas eletrônicas para benefício dos responsáveis e dos estudantes.

1. Tranquilidade ao saber que seu filho está na escola

Uma das maiores preocupações dos pais e responsáveis é o fato de não ter ideia se a criança ou adolescente está mesmo dentro da escola. Como não é possível estar com eles em tempo integral, o controle eletrônico de frequência escolar dá aos adultos a certeza de que eles estão lá.

Para saber que se o seu filho está indo à escola e se ele entrou na instituição de ensino, os pais ou responsáveis recebem uma mensagem de texto sempre que o estudante passar pela catraca, seja na entrada ou na saída. Essa funcionalidade agrada bastante os responsáveis que se sentem mais tranquilos.

2. Melhor acompanhamento da frequência do seu filho

Mesmo que os pais ou responsáveis confiem na criança ou no adolescente, é difícil saber como é o comportamento deles dentro da instituição, na presença dos amigos e colegas de classe. Quando estão juntos, muitos estudantes costumam matar aulas e nem mesmo entrar nas escolas.

Por meio do sistema de catracas e do controle eletrônico de frequência escolar, os adultos poderão acompanhar o comparecimento dos filhos no colégio, verificando, inclusive, um relatório periódico emitido online com os dias e com os horários que o aluno entrou na escola.

3. Maior segurança para os responsáveis e estudantes

Quem frequenta a escola do seu filho? Quais são as pessoas que têm acesso às dependências do colégio? Com quem as crianças e adolescentes têm contato enquanto estão estudando? Infelizmente, os responsáveis não têm uma resposta para essas e outras perguntas referentes à segurança.

Entre as diversas dicas para tornar a escola mais segura, essa é uma das que traz mais proteção. Contando com o controle de acesso, você terá a certeza de que somente pessoas autorizadas (alunos, professores e funcionários) terão acesso ao colégio e que seus filhos estarão protegidos.

4. Controle eletrônico na frequência escolar como garantia de aprovação do aluno

Existem diversos motivos pelos quais é necessário investir no controle de acesso nas escolas, entre eles, o fato de que a maioria das escolas exige, no mínimo, 75% de comparecimento nas aulas para que o aluno seja aprovado no final do curso. Isso é requisito obrigatório.

Portanto, ao escolher um colégio que ofereça esse benefício aos matriculados, os pais podem ter um controle maior sobre as faltas de seus filhos, regulando com maior precisão os dias que eles tiveram que faltar e sabendo que a aprovação da criança ou do adolescente é certa.

IKAcesso Escola – Conheça o software de controle de acesso para instituições de ensino!

5. Pontualidade nas aulas

Ensinar os filhos a serem pontuais é dever dos pais desde a pré-escola. Estar no horário certo (ou até 15 minutos antes) dentro da escola evita a interrupção das aulas, o desvio da atenção dos outros alunos e ensina a criança ou o adolescente a ter responsabilidade com os compromissos.

O controle eletrônico de frequência escolar permite que os pais verifiquem os horários em que as crianças entraram e soluciona eventuais problemas de pontualidade do aluno. Isso faz parte das regras e respeitar as normas da instituição de ensino é dever de cada estudante.

Essas são apenas algumas das vantagens do controle eletrônico de frequência escolar. Existem muitas outras e elas só acrescentam para o bem-estar do aluno e dos seus responsáveis.

Portanto, recomende o uso do sistema inteligente de catraca para o colégio do seu filho ou busque uma escola que ofereça esse benefício, afinal, tranquilidade e segurança não têm preço.

Se você tem algo que possa acrescentar a esse post, conta pra gente no espaço para comentários.