Entenda a importância do RH para a gestão de custos da sua empresa

Todos sabem quanto um erro pode custar para uma empresa. Cada equívoco reflete um determinado gasto a mais. Por isso, é muito importante fazer uma gestão eficiente do capital humano e dos negócios. Nesse ponto, o RH se torna um setor estratégico, uma vez que pode atuar tanto no desempenho de pessoas quanto nos objetivos externos da empresa. 

Qual a importância, então, do RH para a gestão de custos do seu negócio? Separamos alguns tópicos que vão mostrar como o setor pode se tornar seu principal aliado na otimização de investimentos. 

O melhor da área de recrutamento e seleção

O setor de RH será capaz de oferecer o melhor trabalho possível, além de soluções mais inteligentes, que aliem eficiência e praticidade. É função do setor buscar ferramentas que tornem o processo de contratação mais assertivo e com menor custo. 

Conhecimento diferenciado sobre o comportamento humano e estratégias de negócios é o que está geralmente associado ao RH ideal. Todo empreendedor gostaria de ter dentro da sua empresa o seu melhor consultor. Para tal, o setor precisa dominar os seguintes conhecimentos:

1. Novas tecnologias de gestão empresarial

Hoje, quase todo negócio utiliza a tecnologia para gerir processos e pessoas. Isso não ocorre porque é simplesmente uma tendência, mas se tornou uma tendência devido aos benefícios que recursos automatizados trazem.

Imagine só o tempo gasto para aplicar testes psicológicos individualmente, sem a ajuda de um software? Uma avaliação completa precisa ter suas etapas respeitadas, portanto, para completá-la de forma forma manual, sem a ajuda da tecnologia, o recrutador perde horas de trabalho, tendo como resultado final uma pilha de papéis que, de tempos em tempos, precisarão ser organizados.

2. Conhecimento em Comunicação e Marketing

Um diferencial do RH nos dias atuais é o seu envolvimento no marketing da empresa, tanto o endomarketing (voltado para os colaboradores) quanto ações externas. 

De maneira específica, o RH poderá atuar diretamente no planejamento e na execução de programas de Comunicação Interna, a fim de engajar colaboradores e motivá-los. Assim como poderá, também, participar de campanhas externas, traçando metas e auxiliando gestores na conquista de novos clientes. 

3. Redução no índice de turnover

A rotatividade é um indicador importante para medir o valor de uma empresa. Quanto maior for o índice de entrada e saída (salvo em momentos específicos), mais preocupante se encontra a situação. Cada nova contratação exige determinados investimentos, por isso, é essencial uma política que seja capaz de reter talentos.

Internalizando a lógica da prevenção

Uma prática com a qual toda empresa precisa se acostumar é a cultura preventiva. Não se pode esperar sempre pelo melhor se o que eu ofereço não fornece as condições necessárias para um desenvolvimento compatível com minhas expectativas.

O setor de RH é capaz de se antecipar a fenômenos comuns no ambiente corporativo, direcionando seu olhar para o futuro e evitando possíveis problemas.

Como exemplo do que estamos falando, podemos citar o estresse ocupacional, que pode causar doenças até num âmbito coletivo e paralisar uma equipe. Outro fenômeno é o absenteísmo, gerado, muitas vezes, pela falta de uma política de recompensas. Portanto, a criação de programas, campanhas e ações pontuais pelo RH pode evitar gastos futuros.

Esse conteúdo ajudou você a entender a relação entre RH e gestão de custos? Comente nesse post e ajude-nos a trazer sempre as melhores soluções!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"