Biometria não funciona, o que fazer?

Erro de leitura no momento da biometria. Quem nunca enfrentou esse problema tão recorrente? Afinal de contas, estamos falando de máquinas que, a qualquer momento podem sim apresentar algum tipo de defeito. É claro que, dependendo do fornecedor, algumas mais que outras.

Porém, existem outros motivos para as falhas além desse. Pode ser por conta de uma configuração feita de maneira errada ou mesmo por conta do próprio usuário. Por exemplo, em locais nos quais os funcionários trabalham com produtos químicos, é comum a biometria apresentar problemas.

Como resolver quando a biometria não funciona?

Vamos agora passar algumas dicas do que pode ser feito nesse tipo de situação e quais cuidados devem ser tomados.

Escolha o dedo mais adequado

Algumas pessoas acreditem que a biometria deve funcionar perfeitamente em qualquer dedo. De fato, qualquer dedo cadastrado tem a impressão digital, mas existem alguns que conseguem oferecer melhor adaptação ao equipamento.

Por exemplo, o polegar deve ser evitado por conta da área de contato que pode ser maior que a do leitor. O dedo mínimo também não é indicado por conta da sua área muito pequena e boa parte do leitor não tem contato com a impressão.

Por conta disso, as melhores opções são os dedos indicador, anular e médio.

Remova suor e outras substâncias

Você está bebendo uma garrafa de água gelada e a ponta dos dedos ficaram umedecidas. Naturalmente, ao usar algum tipo de biometria, a sua digital não será identificada por conta dessa barreira líquida que se forma na região. Isso acontece com qualquer pessoa, portanto, verifique com o funcionário e tenha sempre um lenço de papel próximo para ajudar nessas situações.

Além de água, qualquer outro tipo de substância como suor, poeira, produtos químicos e cosméticos podem impedir que a leitura da digital seja feita sem falhas.

Analise a idade

Sabia que, com o passar dos anos, a nossa impressão digital se desgasta e já não é a mesma de antes? Sendo assim, os idosos podem apresentar alguns problemas na leitura biométrica, mas isso não é uma regra. Isso pode acontecer, mas o tipo de profissão que a pessoa exerceu durante a vida é um fator que deve ser considerado.

Por exemplo, pessoas que faziam faxina, lavavam roupa, trabalhavam na terra, na construção civil e em outros locais do tipo, podem ter, com o passar do tempo, a estrutura da digital comprometida.

Preste atenção na hora de cadastrar

Antes de cadastrar o usuário, tenha a certeza de que a configuração do aparelho está correta e dentro do que é indicado. A partir disso, tenha cuidado no momento de realizar o cadastramento biométrico. Assim, verifique também se já não há um cadastro daquela pessoa no banco de dados. Cadastrar mais de um dedo pode causar problemas de identificação.

Use outras tecnologias

Existem diversas outras opções de tecnologias que podem substituir o cadastramento biométrico e oferecer mais agilidade e menos problemas como os citados acima. Você pode fazer o controle de ponto ou de acesso em qualquer tipo de negócio no qual atue e que precise desse tipo de equipamento funcionando da melhor forma possível.

Por exemplo, usar uma solução que possa identificar o usuário pela leitura de um cartão é uma excelente solução para os problemas de biometria. Você pode, inclusive, usar um equipamento que ofereça as duas formas de controle.

Quer saber mais sobre esses equipamentos? Então acesse as nossas soluções!

Nossos Produtos

1 Comentários

  1. adianasays:

    meu dedo indicador sempre deu problema, não sei se é pelo suor, porque eu sempre limpo na calça ou na blusa, mas eu ja fui verificar na apropria instituição e eles falam que é por causa do sistema que não funciona direito, e eu jácadastrei minha biometria de novo e não esta indo como eu queria que fosse.

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"