3 Razões para Abandonar o Ponto Mecânico

Ter o controle dos horários de entrada e saída dos funcionários é primordial para o bom funcionamento da empresa, principalmente para evitar problemas com a Justiça do Trabalho. Ter uma boa organização dessas informações ajuda a equipe do RH e também a da contabilidade, pois conseguem saber facilmente qual a carga-horária trabalhada do empregado e quanto ele deve receber ao final do mês.

O grande problema acontece quando uma empresa tem muitos funcionários e ainda faz uso do ponto mecânico. Além de não oferecer uma boa segurança sobre as informações dos horários dos funcionários, ele também pode causar atrasos como filas se formando na entrada da empresa no início do expediente.

Quer resolver todos esses problemas com uma única solução? Então, invista em um ponto eletrônico, que é muito mais prático, consegue armazenar mais informações e oferece muito mais segurança para a sua empresa.

Quer mais razões para abandonar o ponto mecânico hoje mesmo? Então, acompanhe abaixo!

1. Evita problemas com os funcionários

Um ponto mecânico não evita que um funcionário bata o ponto para o outro. Por exemplo, dois funcionários que são muito amigos combinam que quando um faltar o outro “bate” o ponto. Se a sua empresa tem muitos funcionários, com certeza não se dará conta de que um ou outro não está presente. Dessa maneira, a empresa perde produtividade, perde dinheiro e ainda mantém funcionários que não estão de acordo com a cultura do empreendimento.

2. Maior dificuldade para somar as horas trabalhadas

Calcular as horas trabalhadas de cada funcionário pode ser bem difícil. Quando uma empresa tem 20 ou 30 já pode ser complicado, agora imagine uma grande empresa com 100 ou mais funcionários? Se esse for o caso, com um ponto mecânico, a dificuldade para fechar a folha de pagamento de forma correta todos os meses é muito maior. As chances de erros são enormes porque o departamento de RH precisa somar e calcular todas as horas manualmente. 

E, se tem erros, as chances de processo são grandes. Não só por parte da fiscalização como também por parte dos empregados. Se ele fez mais horas extras e não recebeu por isso, a sua equipe terá que refazer todas as contas.

3. Mais custos com funcionários

Para garantir que um funcionário não bata o ponto para outro, é preciso ter uma pessoa perto do ponto mecânico para garantir que esse tipo de situação não aconteça. Isso quer dizer mais um funcionário, mais custos trabalhistas e outras despesas associadas. 

Resumindo, para as empresas de pequeno porte, o ponto mecânico pode ser uma boa opção por conta do custo reduzido e também por não acarretar tanto trabalho na hora de fazer a contagem das horas trabalhadas. Porém, para empresas com muitos funcionários, abandonar o ponto mecânico é mais do que necessário.

O Inner REP Plus utiliza a digital do funcionário pra identificá-lo, impedindo que um colaborador bata o ponto por outro. Além do sistema permitir que a empresa controle e calcule de forma automática e eficiente as horas trabalhadas.

Entre em contato conosco para retirar as suas dúvidas:
(21) 2221-4155 | (21) 946188881
Peça o seu orçamento!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"